• youtube

Mulheres na Construção Civil . Sim, elas estão ocupando os canteiros de obras

Em 13/12/2018

Elas são serventes, carpinteiras, ajudantes de obras, pedreiras, soldadoras, técnicas de segurança no trabalho e engenheiras. Seja nos canteiros e praças de obras ou encabeçando o processo produtivo, as mulheres estão cada vez mais se inserindo no setor da construção civil.

Nos últimos dez anos, o Ministério do Trabalho e Emprego estima que a absorção de mulheres por esse mercado cresceu quase 50%, e que mais de 200 mil mulheres já trabalham nesta área atualmente no Brasil.

Os números poderiam ser maiores não fosse o preconceito por parte de homens e também de mulheres, fruto de uma sociedade estruturada a partir da desigualdade.  Quando se fala em trabalho e emprego para mulheres, a situação fica mais grave, esbarrando não só em problemas econômicos e conjunturais da atual realidade do país, mas também em limitações históricas da cultura brasileira.

Com o objetivo de proporcionar às mulheres formação, aprendizagem e qualificação profissional na área da construção civil, o Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Mulher por meio do Projeto Mulheres na Construção Civil, Convênio nº792514/2013 busca alterar essa realidade e democratizar esse setor, historicamente tomado pelos homens.

MULHERES MARANHENSES NA CONSTRUÇÃO CIVIL

O Maranhão é o 5º estado no país que mais empregou formalmente mulheres no mercado da construção. O setor da construção civil é comprovadamente uma das principais alavancas do desenvolvimento econômico, seja por sua dinâmica, pelo seu efeito multiplicador ou sua capacidade de incorporar trabalhadores e trabalhadoras que não têm acesso ao ensino superior.

Assim, considerando as ações previstas no Plano Nacional de Política para as Mulheres –  PNPM, torna-se necessário possibilitar às mulheres que procuram seu lugar no universo criado pelos homens um apoio institucional para que as mesmas transitem no mundo da construção civil com desenvoltura e/ou que possam ocupar com dignidade um lugar no mercado do trabalho.

CAPACITAÇÃO DE MULHERES 

Promover a inclusão social, o empoderamento e a autonomia econômica e financeira de mulheres em situação de vulnerabilidade sócio-econômica e violência doméstica por meio do fortalecimento e valorização do trabalho da construção civil. O Projeto de Formação para Mulheres no Campo da construção civil, vem contribuir também para o desenvolvimento sustentável com geração de trabalho e renda das Mulheres do Maranhão.

O público é formado por mulheres em situação de vulnerabilidade social no estado que serão capacitadas com os cursos: Básico em Pedreiro, Pintura Predial Interna e Externa, Aplicação de Cerâmicas e Assemelhadas, Assentamento de Tijolos e Regularização de Paredes e Pisos, Alvenaria Estrutural e Instalação Elétrica. Os cursos tem duração de 200h

São Luís e Imperatriz foram as cidades contempladas. O lançamento do projeto Mulheres que Constroem aconteceu em Imperatriz no último dia 11.09. As 169 selecionadas já estão recebendo capacitação. As mulheres selecionadas são beneficiárias de projetos sociais, cadastradas na Rede de Atendimento à violência contra a Mulher, CRAM, Semcas e Semu.

Em Imperatriz as aulas práticas já começaram, em São Luís as 200 mulheres selecionadas começaram as capacitações no último dia 23 de outubro na comunidade Taim.

LANÇAMENTO DO PROJETO MULHERES QUE CONSTROEM EM SÃO LUÍS (28.09.2018)lançamento mulheres (1)
lançamento mulheres (2)

 

 

 

INÍCIO DAS AULAS PRÁTICAS EM IMPERATRIZ

mulheres ITZ (9)

mulheres ITZ (8)

 

mulheres ITZ (11)

 

INÍCIO DAS AULAS TEÓRICAS EM SÃO LUÍS – COMUNIDADE TAIM

mulheres TAIM (1)mulheres TAIM (8)

 

 

 

 

Endereço

Av. Colares Moreira Calhau, São Luís - MA, 65075-380

HORÁRIO DE ATENDIMENTO
De segunda à sexta, das 13h às 19h

OUVIDORIA DA MULHER
0800 098 4241

Localização

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br