Facebook Twitter Instagram

Viva Mulher

A metodologia do VIVA MULHER é baseada em quatro etapas estratégicas, que se constituem em um modelo de atenção continuada à mulher: Acolher, Formar, Incluir e Advocacy, todas com objetivos bem claros, específicos e complementares.

 

ACOLHER: Ao buscar serviços da rede de atenção, a mulher passa inicialmente por um serviço de acolhimento, que conhece a sua demanda, procurando resolvê-la ou dando o encaminhamento necessário. O produto final da etapa de acolhimento é um PLANO DE PROMOÇÃO FAMILIAR, no qual são registradas todas as informações relacionadas à mulher e sua família. Profissionais de apoio jurídico e psicossocial são disponibilizados para orientar a mulher em todo esse processo.

 

FORMAR: A formação da mulher se dá em relação aos seus direitos e deveres, sub-registro e documentação civil, ao conhecimento de programas sociais disponíveis, das políticas públicas para as mulheres, saúde da mulher, diversidade, violência contra a mulher e outras temáticas de gênero. O produto desta etapa é a MULHER CIDADÃ.

 

INCLUIR: Exercendo sua cidadania, a mulher permanece no processo de atendimento junto à rede Viva Mulher, buscando agora a sua inserção social, econômica, e política. Para as mulheres em situação de prisão, importante foco das ações da Secretaria, esta etapa avança pela garantia dos direitos, pela prestação de serviços de qualidade, pela humanização do sistema prisional feminino e pela reinserção de egressas na sociedade. MULHER EMPODERADA é o produto final desta etapa.

 

ADVOCACY: Fazer advocacy no contexto do programa Viva Mulher, é influenciar políticas públicas na defesa dos direitos das mulheres. É mobilizar a sociedade para as questões de gênero. É sensibilizar parlamentares para a necessidade de votar leis que ampliem os direitos das mulheres. Como resultado do trabalho de advocacy, desenvolvido nesta etapa, estão as POLÍTICAS PÚBLICAS de relevante impacto social, a VALORIZAÇÃO DAS MULHERES DO MARANHÃO e o RECONHECIMENTO da sociedade.

 

© Secretaria de Estado da Mulher - SEMU